15 de nov de 2010

Dive

Às vezes queria ser uma pessoa comum, gostar das coisas comuns. Mas sou Cult, não por modinha, ou por pura pose, por achar maneiro. É da minha personalidade mesmo, sou fresco pra um bocado de coisa, não gosto de tudo, só gosto de rock. Não acredito no deus pregado por aí, mal acredito no cristianismo institucionalizado, acredito no Mito Cristão. Vou ao cinema sozinho, me sinto incomodado quando alguém vai junto. Tenho medo de um novo relacionamento, apesar de a vida de solteiro não ser tão maravilhosa assim. Sou de uma sensibilidade que muitas vezes nem eu conheço, sinto as pessoas a minha volta, aquelas próximas, até as que já se foram. Não sei cumprimentar pessoas conhecidas quando vejo na rua de maneira inesperada, não gosto do inesperado. Mergulho no meu inconsciente em algumas ocasiões que penso que irei ficar louco, mas bem sou um peixe que não se afoga. A vida em alguns momentos parece ser um fardo que não irei conseguir suportar. A vida no ultimo ano tem sido um fardo, ela perdeu sua mágica e eu odeio você por isso e por muito mais. Talvez seja por isso que a cada dia a dor no meu peito aumenta e não quero que ninguém veja, mas sinto isso a cada dia da minha vida. Deep........ Dive......... Além.......

5 de nov de 2010

L (L)

Chega ser esquisito, você está vindo. Mas agora parece longe.... Às vezes penso que é mentira. Mas droga você me deixa de coração acelerado só de ver suas fotos. Não da para expressar o que estou sentindo, porque não sei o que é. Quando olho e vejo o que foram aqueles 15 dias, foi mágica. Quando imagino o futuro eu fico confuso. Meu coração bate acelerado, mas meu peito aperta. Oh Deus! Me explica o que é isso, porque nenhuma outra garota me traz esse sentimento. Só você. Espero continuar aquela vírgula